Da Praia Notícias

CEEE entrega oficialmente obras do Programa Energia Legal em Albatroz

Postado em: 04/11/2015

Notícias Litoral Norte RS A CEEE entregou oficialmente na quarta-feira (28) as obras do Programa Energia Legal, no Balneário Albatroz. Ao todo, 76 famílias no entorno da Travessa 1, no trecho que compreende as ruas Zezinho, Luizinho e Huguinho, foram beneficiados. Desde maio de 2013 eles pleiteavam a extensão da rede de energia elétrica. Num trabalho articulado entre a Prefeitura e a Companhia, finalmente o sonho da comunidade se concretizou. Autoridades, entre elas o vice-prefeito Ique Vedovoto e o diretor de Distribuição da CEEE, Julio Hofer participaram do ato.
 
O Programa Energia Legal tem o objetivo de regularizar a energia elétrica em áreas que possuem redes clandestinas, situação que traz problemas diretos à qualidade do fornecimento pela concessionária, podendo provocar acidentes e até incêndios. Foram investidos R$ 205 mil para instalar 44 postes, três transformadores e construção de um quilômetro e meio de rede (baixa e média tensão). A última etapa do trabalho por parte da CEEE, após a finalização das ligações, foi a retirada dos cabos clandestinos - conhecidos como “gatos”.
 
Conforme dados da Empresa, a estimativa é de que, com esta regularização, haja uma redução nas perdas no sistema elétrico nessa região, refletindo nos indicadores técnicos e na melhoria na qualidade da energia fornecida, inclusive aos clientes regulares do entorno da comunidade do balneário.
 
Ique destacou a união de esforços entre a comunidade, Prefeitura e CEEE concretizaram o sonho dos moradores da região. “Não estamos falando do trabalho de um deputado, assessor de deputado ou de quem quer que seja. Quem está ganhando é a comunidade e isso nos deixa ainda mais felizes”, disse o vice-prefeito. Ele lembrou que já está pronto projeto semelhante que contemplará moradores do lado oeste da RS-786, também em Albatroz. “Esperemos que em breve vocês (direção da CEEE) estejam novamente aqui inaugurando outra obra deste porte”, complementou.
 
Hofer ressaltou que a grande importância desse projeto da Companhia estão relacionados à questão de segurança. “Conversei aqui com moradores desta comunidade que perderam suas casas após incêndios e já começaram a perceber, a partir de agora, uma mudança na qualidade de vida das suas famílias. Energia elétrica deve servir para ajudar a melhorar a vida das pessoas e esse é o papel das pessoas que trabalham na CEEE”.
 
 
 
Entenda o processo
 
Tudo começou no dia 16 de maio de 2013, quando o grupo de moradores encaminhou um abaixo assinado para a Ouvidoria do Município, com objetivo de buscar a extensão da rede de energia elétrica no trecho entre as ruas Zezinho, Huguinho e Luizinho da Travessa 1, no Balneário Albatroz. O pedido dos moradores foi encaminhado pela Prefeitura para a CEEE.
A Prefeitura teve que fazer o alinhamento da via e a demarcação do meio fio, e também declarar o local como Zona de Especial de Interesse Social (ZEIS), o que se deu através da Lei Municipal 1552/2014, pois todas as áreas se tratam de parte privada. A Prefeitura tem conhecimento que é de responsabilidade do loteador fornecer a infraestrutura para os lotes. “Foi realizado um cadastramento das famílias que apontou a vulnerabilidade social. Por isso foi solicitada a ampliação das redes que ainda estavam inexistentes nos lotes, onde famílias continuavam sem luz e água”, disse Pierre.
A declaração de ZEIS fez com que a Prefeitura pudesse buscar recursos para os serviços de instalações elétricas, conforme projeto protocolado na CEEE EI-54670/2011. Como o Município não dispunha de recursos necessários para implantação da rede, os valores de R$ 179 mil vieram através do programa Luz Para Todos, do Governo Federal, após diversas reuniões entre a Prefeitura e a CEEE.
A CEEE conta com programas como o “Energia Legal”, no qual a empresa disponibiliza do kit de instalação para a  residência, com a possibilidade do parcelamento em até 24 vezes e o programa “Conta Educativa”, no qual o morador terá uma mensalidade única por seis meses para a conscientização de gastos.
“Nosso trabalho de articulação ainda não terminou. A Prefeitura está fazendo o mapeamento das famílias através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, na qual será solicitado junto a Corsan a ampliação da rede de abastecimento de água”, finalizou o prefeito.

Da Praia Notícias

Mais notícias de POLíTICA

Buscar em:
Títulos Notícias
Publicidade
Publicidade

» Últimas Notícias

Da Praia Notícias

» Blogs e Colunistas

Colunistas

Você precisa baixar o Flash Player para ver este anúncio.

Baixe o Flash Player

Você precisa baixar o Flash Player para ver este anúncio.

Baixe o Flash Player

» CLASSIFICADOS

PEQUENO SÍTIO A VENDA
Vendo pequeno sítio em ... Veja Detalhes [+]

ALUGUEL DE CASA EM ATLÂNTIDA SUL...INF: 9843-0584
Veja Detalhes [+]

ALUGUEL DE CASA EM ATLÂNTIDA SUL
 
TRÊS ... Veja Detalhes [+]

BARBADA
CASA EM ATLÂNTIDA SUL : R$130.000,00 (CENTO E TRINTA MIL ... Veja Detalhes [+]

» COTAÇÕES

» ENQUETE

Você concorda que o tradicional show pirotécnico (queima de fogos) de fim de ano deve ser mantido a bem de atrativo turístico de Atlântida Sul ?






dapraianoticias@gmail.com Editorial
Contato
Todos os direitos reservados para Da Praia Notícias © - 2017
Este site foi desenvolvido por: www.sitesrs.com.br