POSTAGENS DESTE COLUNISTA

»Privilégios
»Plotter neles!
»Continua o crime ambiental em Atlântida Sul
»O Direito como instrumento do poder
»Revolução dos Bichos
»CPI do Boxe esta cheirando a Pizza.
»A Síndrome do Noé
»Desvio de Verba Pública em Osório.
»O Poder Econômico no Sistema Eleitoral
»Compartilhando o milho
»Tô de Olho

Helio Bogado

Privilégios

Tem uma máxima que o sol nasce para todos, mas a sombra é para os privilegiados. Pois bem ,existe também um Princípio Constitucional que tenta afastar da administração pública,  o  privilégio.

Trata-se do Princípio da Impessoalidade  que tem o seguinte conceito : O Princípio da Impessoalidade é um dos princípios pelos quais se rege o Direito Administrativo brasileiro. Em sua essência, diz respeito à necessidade do Estado agir de modo imparcial perante terceiros, não podendo beneficiar nem causar danos a pessoas específicas, mas sempre visando atingir à comunidade ou um grupo amplo de cidadãos. Além disso, se vincula ao entendimento de que os atos dos funcionários públicos são sempre imputados ao órgão para o qual oficiam, de forma que o ato de um agente é na verdade o ato de um órgão.

Pois bem, dito isto é uma constatação que o GAO que neste momento é presidido pelo Secretário de Saúde de Osório, foi beneficiado no Campeonato Municipal de Futebol de Osório, que aliás teve um bom público e uma boa organização. No entanto, para qualquer entidade normal, o regulamento do campeonato de 2016 deveria ter sido cumprido, ou seja, por abandonar o campeonato no meio da disputa, as agremiações deveriam ser punidas por 365 dias.

Acontece porém, que o GAO, sabedor de sua força e no meu entendimento gozando de um privilégio , conseguiu reverter tal situação com uma nova punição, desta vez de caráter monetário. Ora, nem todos os clubes tem “patrocinadores” interessados em “apoiar” com recursos .

A certeza era tão grande da diretoria  que conseguiriam participar do Campeonato Municipal de Futebol de Osório, que mesmo antes das primeiras reuniões, seus dirigentes já “ contratavam” e divulgavam  em redes sociais.

É importante,ainda salientar a capacidade da nova diretoria de “captar” patrocínios, alguns deles fornecedores da Prefeitura Municipal de Osório. Nesta linha , o que chamou mais atenção foi o patrocínio de uma Construtora de Santa Catarina. A empresa referida é a construtora responsável pela obra da futura UPA, que esta com todos os seus cronogramas vencidos.  Chama atenção ainda que o presidente do GAO é fiscal do referido contrato. 

Os clubes da cidade querem saber qual o “caminho” para captar estes patrocínios generosos, 

No mais me abrigo novamente nos ensinamentos de Manoel Bandeira: “Se não fui mais claro foi porque não pude...”

Até um próxima, beijo do gordo e PLOTTER NELES

 

HELIO BOGADO

VÍTOR ANDRÉ DA SILVEIRA DUARTE