POSTAGENS DESTE COLUNISTA

»Privilégios
»Plotter neles!
»Continua o crime ambiental em Atlântida Sul
»O Direito como instrumento do poder
»Revolução dos Bichos
»CPI do Boxe esta cheirando a Pizza.
»A Síndrome do Noé
»Desvio de Verba Pública em Osório.
»O Poder Econômico no Sistema Eleitoral
»Compartilhando o milho
»Tô de Olho

Helio Bogado

CPI do Boxe esta cheirando a Pizza.

Não iria a principio comentar sobre este assunto, mas como o mesmo esta sendo debatido, resolvi escrever sobre o meu depoimento na CPI do BOXE.
 
Com esta audiência da qual fui testemunha, tive a convicção que a CPI do Boxe seguirá a reboque do Ministério Público.
Iniciamente ficaram mais de 1 mês para saberem se eram legítimos ou não.  Agora que podiam avançar com novas investigações, esperam as conclusões do MP, perdendo a oportunidade de serem protagonistas neste processo, inclusive requisitando documentos originais,tais como : Microfilmagem dos cheques que foram utilizados com a verba pública.
No depoimento fui várias vezes interrompido pelo relator Vereador Ed, pois o mesmo fazendo rápidamente um juizo, declarou que o meu depoimento esta discutindo o mérito da questão:
Quando estava informando que os 27 mil reais devolvidos aos cofres publicos tiveram origem num empréstimo de um empresário do Centro Comercial de Osório, o relator fez a seguinte advertênica:
Ver Ed Moraes: ...Por gentileza, por gentileza. A testemunha tem que se ater a responder as perguntas, essas...
Depois na minha declaração quando estava dizendo que o dinheiro desviado no boxe foi utilizado para limpeza de piscina, contratação da banda de musica, compra de rede de tenis, pagamento de trabalhista, fui outra vez advertido
Ver Ed Moraes: Mais uma vez eu alerto a testemunha que deve se limitar a sua declaração...
Ainda argumentei que era a minha declaração e esperava ter liberdade para falar, mas novamente o relator ( eu entendo que não  é papel do relator fazer tal advertência e sim do presidente , de oficio ou a pedido do advogado do investigado). novamente fui advertido:
Ver Ed Moraes:  Isso é questão de mérito, os integrantes da CPI saberão examinar todo o teor dos documentos que o Ministério Público já enviou pra nós e das provas que ainda iremos coletar.
Ainda fez novas advertências: 
Ver Ed Moraes: Sr. Presidente, Sr. Presidente, já alertei a testemunha e ela tá entrando no mérito...
Foi quando para o minha surpresa o relator, ao saber que tinha documentos que comprovavam para onde foi o dinheiro do projeto social do boxe , fez a seguinte fala: 
 
Ver. Ed Moraes: Esses documentos aí o Minstério Público já solicitou e tão logo o promotor retornar de férias que ele esta com o procedimento, nós vamos requisitar cópias complementares do que ele produzia, inclusive o relatório final.
 
Fiquei surpreso , pois a assessoria do relator e de vários vereadores, por muitas  vezes me solicitaram documentos do caso em tela. De qualquer forma, uma CPI, podendo fazer suas investigações como já citado acima, não precisa esperar o promotor voltar de férias para dar ciência nas provas que podem ajudar neste processo, e que eu dispunha naquele momento.
 
E ainda para finalizar o relator teceu vários elogios ao patrono do investigado e deixou o mesmo de forma irônica tentar desqualificar o denunciante ( prática normal de defesa):
..." Eu realmente conheço pouca gente que como testemunha saiba tanto de direito e julgamento, então eu queria saber qual é o ramo da micro-empresa dele, se ele é jurista, se ele é magistrado, Ministro do Supremo Tribunal Federal...
Foi quando pedi pelo menos para responder tal ironia e novamente o relator fez a seguinte intervenção; ( SMJ , não seria papel dele e sim do presidente).
Ver. Ed Moraes: Eu não lhe passei até porque não existe a possibilidade contraditória...
È importante esclarecer que fui aluno do advogado do investigado na UNISC, inclusive na cadeira criminal, posso não ter o mesmo saber  jurídicos dos envolvidos, mas tenho a consciência que todos estão sujeitos as mesmas leis, mesmo os que tem "bons amigos".
Portanto no final do depoimento deixei uma tarefa para o patrono do investigado levar para casa: Será que foi um bom professor???
 
O aúdio vamos postar no site 

HELIO BOGADO

VÍTOR ANDRÉ DA SILVEIRA DUARTE